Alerta sobre barreira sanitária para frutas cítricas de SP, MG e PR

A Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca, por meio da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), alerta sobre o impedimento de entrada, em Sergipe, de frutas e mudas cítricas, originárias dos estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná. A medida visa proteger os pomares sergipanos da bactéria que está comprometendo a produção e exportação de laranja, limão e tangerina.

Esses estados já vêm, ao longo de anos, enfrentando dificuldades no setor citrícola devido a presença da bactéria Xanthomonas citri subsp. citri, conhecida popularmente por CANCRO CÍTRICO. Em virtude da detecção de frutos com sintomas dessa doença em cargas exportadas para União Europeia, toda exportação de limão do Brasil encontra-se comprometida. Nesse exato momento, por exemplo, o estado de São Paulo está sofrendo sanções, praticamente todas as unidades de beneficiamento do estado estão sendo lacradas e impedidas de comercializar a fruta, os pomares começaram a ser erradicados e as mudas destruídas.

A Emdagro informa que Sergipe é zona livre da doença e é necessário a união de produtores, comerciantes e toda a sociedade para evitar que o cancro cítrico chegue aos pomares do estado. A Seagri pede que a população denuncie qualquer entrada ou compra de frutas cítricas, como também mudas frutíferas e ornamentais, que possam ser vetores, oriundas dos estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná aos órgãos fiscalizadores e competentes (Emdagro e Superintendência Federal do MAPA). A ligação é anônima, sem necessidade de identificação.

Essa medida sanitária visa proteger o bem coletivo, pois são inúmeras famílias que dependem do seu pequeno, médio ou grande pomar para sobreviver.

Disque denúncia: (79) 3234-2627 ou (79) 9 9948-4449 – Coordenação de Defesa Sanitária Vegetal da Emdagro (CODEV)

Governo

Última atualização: 21 de julho de 2022 10:17.

Pular para o conteúdo