Emdagro avança implantando hortas agroecológicas e orgânicas em comunidades rurais

Ao todo, 35 hortas foram implantadas em 15 municípios sergipanos

Com o intuito de contribuir com a produção e consumo de alimentos seguros e saudáveis de populações do campo e da cidade, o Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri) e da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), vem executando junto a comunidades rurais, associações e escolas o Programa Cultivando Hortas Agroecológicas e Orgânicas – Alimento Seguro e Saudável na Mesa, que tem como meta a implantação de 35 hortas nas modalidades escolar, coletiva e familiar.

As hortas estão sendo distribuídas entre os espaços escolares, tanto na sede como nas comunidades rurais, centros de assistência social, associações beneficentes, a exemplo da Apae em Aracaju, e estão norteadas por alguns critérios que buscam garantir a sustentação prática. São eles: a definição das áreas de plantios, as formas de abastecimento d’água, pequenos materiais e equipamentos de apoio ao processo, mão de obra, assistência técnica em todas as fases e na aquisição de insumos, a exemplo de sementes e mudas distribuídas pela Emdagro.

Segundo a responsável pelo Programa de Organização e Desenvolvimento Social da Emdagro, Abeaci dos Santos, as demandas, principalmente por hortas escolares, são consideradas e motivadas pela preocupação de ofertar aos alunos uma alimentação livre de agrotóxicos, além de garantir que elas sejam transformadas em espaços de ensino e aprendizagem das diversas disciplinas. “Cada escola que demanda implantação de horta tem como um dos critérios apresentar o seu projeto pedagógico, para que as expectativas do programa sejam respondidas”, disse.

Para a nutricionista da Escola Municipal Abdias Oliveira, em Riachão do Dantas, Niliane Lima Rodrigues, o projeto de hortas também tem como objetivo articular todas as faixas de ensino, desde a creche até a Educação para Jovens e Adultos (EJACampo). “Com as parcerias articuladas entre Emdagro, secretarias de Educação e Agricultura, podemos ir mais além, utilizando as hortas como importantes recursos pedagógicos, onde os alunos podem, por exemplo, aprender matemática, calculando o período da safra das verduras, e o português, fazendo ditado a partir de sua observação durante o desenvolvimento das plantas e ciências, observando o processo de germinação”, reforçou.

O programa já beneficiou os municípios de Riachão do Dantas, Riachuelo, Boquim, Itabaiana, Ribeirópolis, Brejo Grande, São Cristóvão, Porto da Folha, Capela, Indiaroba, Muribeca, General Maynard, Barra dos Coqueiros, Simão Dias e Aracaju e é mais uma ação da Diretoria Técnica da Emdagro, que vem articulando parcerias com as diversas prefeituras do estado, destacando, entre outros profissionais, técnicos em agropecuária, engenheiros agrônomos, diretores de escolas, nutricionistas, professores, alunos e presidentes de Associações de Agricultores Familiares, quilombolas e indígenas.

Governo

Última atualização: 4 de julho de 2023 11:56.

Pular para o conteúdo