Expo Pesca e Aquicultura Sealba se consolida como maior feira da pesca do Nordeste

O evento reuniu representantes das três esferas de governo, produtores, empresas de serviços e equipamentos

Expositores, pescadores, marisqueiros, estudantes, acadêmicos e visitantes participaram da segunda edição da Expo Pesca e Aquicultura, que aconteceu de 13 a 16 de setembro no Centro de Convenções AM Malls, em Aracaju. Realizado pela Câmara Empresarial da Pesca e Aquicultura, Instituto Fecomércio e Grupo Êxito, com apoio do Governo do Estado, o evento reuniu atores da cadeia produtiva do pescado da região Sealba (Sergipe, Alagoas e Bahia) e se consolidou como espaço para a troca de conhecimentos, exposição de produtos e serviços, novas tecnologias e de interlocução entre instituições públicas, entidades privadas e associações.  

Visitando Sergipe pela primeira vez, a professora doutora Maria Luísa Rodrigues, da Universidade Estadual de Maringá, no Paraná, ficou encantada com a receptividade no estande do Governo do Estado, onde pôde trocar ideias e degustar um prato típico, feito com camarão produzido em Sergipe. “Achei maravilhosa essa iniciativa do governo, pois a gente só busca um produto para consumo se conhece o sabor. Foi uma ótima forma de divulgação”, disse a pesquisadora, que trouxe para a Expo Pesca uma amostra do resultado de um estudo feito com os resíduos da tilápia, usados na confecção de farinha orgânica, chips e sopa instantânea.

Para Roberto Pantaleão, assessor técnico da Bahiapesca, empresa vinculada à Secretaria da Agricultura da Bahia, foi um prazer e uma surpresa participar de um evento que conseguiu aglutinar os três estados, a fim de discutir ideias comuns no setor e com um saldo bastante positivo. “Formamos redes de contato pra divulgar nossa empresa, que muita gente não conhecia, e achamos muito interessante isso, pois reencontramos parceiros antigos, vimos novas tecnologias, participamos de palestras interessantes, tudo muito enriquecedor”, destacou.

O superintendente municipal de Pesca e Aquicultura do Estado de Alagoas, Cauê Castro, também demonstrou satisfação em participar da Expo Pesca e enalteceu o convite de Sergipe e da organização do evento. “O Ministério (da Pesca e Aquicultura) foi recriado e precisamos impulsionar toda nossa cadeia produtiva, desde o pequeno pescador, o artesanal, ao industrial. Aqui nessa feira eu estou conseguindo enxergar isso: três grandes estados que tem um potencial muito grande, mostrando suas potencialidades”, observou.

Conforme observou Everton Siqueira, superintendente federal da pesca em Sergipe, foi um momento bastante oportuno para a comunidade pesqueira de Sergipe, Alagoas e Bahia fazer o entrosamento com os estados e promover o desenvolvimento econômico. “Temos várias colônias de pescadores e associações que representam a aquicultura em Sergipe, com quase 30 mil pescadores artesanais e mil aquicultores cadastrados. É muito importante atrair empresários, negócios voltados para a pesca e trabalhar políticas públicas e de fomento para essas comunidades”, pontuou, ao destacar que essa é uma forma de conhecer melhor para saber onde atuar. “Eles precisam sentir que tem um representante e mostrarmos que o Ministério chegou para defendê-los”, reforçou.

Apoio do governo

A  superintendente da Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri), Ana Patrícia Guimarães, recepcionou os visitantes no estande do Governo de Sergipe e destacou que o governador é um grande incentivador da  cadeia da pesca  e aquicultura. “Seja por meio dos incentivos fiscais da Secretaria da Fazenda, pelo Banese Mais Agro, com financiamentos para os produtores, e agora com a introdução do camarão na merenda escolar, por meio da Secretaria da Educação, e também por meio da e suas vinculadas, que promovem assistência técnica, limpeza das barragens, entre outras ações”, afirmou

Para o coordenador da Câmara de Pesca e Aquicultura da Fecomércio e idealizador da Expo Pesca, Humberto Eng, o apoio do Governo do Estado, por meio da Seagri, foi fundamental para a realização do evento. “Agradeço ao governador Fábio Mitidieri, na pessoa do secretário de Agricultura, Zeca da Silva, e faço uma análise muito positiva, desde o ano passado. Demos um salto quantitativo e qualitativo para esse novo evento, com essa nova cara, novo local, com esse gabarito. Este ano, com o Ministério da Pesca, que agora volta para o cenário nacional, mostrando que no setor agro tem um ministério que demonstra a força da pesca e aquicultura. A Expopesca se tornou o maior evento de pesca e aquicultura do Nordeste, um grande salto para o setor, para a economia e para a sociedade”, comemorou Humberto.

Governo

Última atualização: 18 de setembro de 2023 10:34.

Pular para o conteúdo