Festa Amigos do Leite movimentou economia na região do alto sertão sergipano

Em sua 13ª edição evento realizado no povoado Santa Rosa do Ermírio contou com apoio do Governo do Estado

A Festa Amigos do Leite, realizada entre os dias 4 e 7 de abril, no povoado Santa Rosa do Ermírio, município de Poço Redondo, está no calendário entre os maiores eventos da pecuária leiteira sergipana e entrou na sua 13ª edição. Pelo segundo ano consecutivo, o evento recebeu apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura e do Banco do Estado de Sergipe. Realizada pela Federação da Agricultura e Pecuária de Sergipe (Faese), SOS Eventos e Professor Odair José de Oliveira, a celebração acontece onde o leite representa a fonte de renda para 90% das famílias locais, que com sua produção abastecem grandes laticínios de Sergipe.

De acordo com Odair José, um dos organizadores da festa e também criador, Santa Rosa do Ermírio ultrapassa a produção de 200 mil litros de leite por dia, despontando na liderança como maior bacia leiteira de Sergipe. “Santa Rosa do Ermírio é a ‘terra do leite’, com maior produção por metro quadrado no Estado”, afirma o organizador.  A edição deste ano contou com 200 animais na pista de julgamento. “Nós tivemos gado das raças gir e girolando, todos cem por cento registrados, assegurando a origem do animal”, destacou.

Segundo ele, participaram do torneio e como expositores de gado criadores de vários estados do Nordeste, a exemplo da Paraíba, João Pessoa, Alagoas, Pernambuco, Bahia, que se soma a essa grande genética da região de Santa Rosa do Ermírio. “Pela robustez e qualidade genética do gado que participou esse ano, já era previsto que as vacas do torneio passassem de 1.400 litros de leite por dia, o que movimentou um volume de negócios de aproximadamente R$ 25 milhões”, divulgou.

A vaca campeã no torneio leiteiro, Golpista (King Royal), com 194 kg de leite, teve uma média de 97 kg por dia e é de propriedade de um condomínio formado por criadores de Pedro Alexandre, na Bahia e Lagoa Redonda, povoado de Santa Rosa do Ermírio. “O segundo e o terceiro lugares também foram de animais locais, sendo Lezia (Montross) com 185 kg de leite, com uma média de 92 kg de leite por dia, da Fazenda Lagoa Nova, daqui de Santa Rosa do Ermírio e Aline, com 177 Kg de leite, com uma média diária de 88 Kg de leite por dia, de propriedade de Reilton Almeida, do sítio Primavera, em Poço Redondo, respectivamente”, destacou Odair José.
 
Para o secretário de estado da Agricultura, Zeca Ramos da Silva, a realização da Festa Amigos do Leite, de Santa Rosa do Ermírio, proporciona o aumento no número de negócios firmados no setor e a interação entre os criadores do Alto Sertão. “Aqui os criadores e produtores trocam conhecimentos na área, apresentando suas tecnologias e suas formas de manejo com o gado. E, também, é um lugar para fazer negócios, como leilão de animais e venda de serviços e equipamentos”, pontuou Zeca da Silva.

O coordenador de Defesa Animal da Emdagro, veterinário Emerson Sales, participou do evento e falou sobre a importância da presença da instituição. “Somos responsáveis pela saúde pública, pela manutenção de fiscalização da emissão de GTAs (Guia de Trânsito Animal) que é o documento oficial para o trânsito desses animais vindo e saindo do estado e isso é importante para evitar infiltrações, danos à saúde pública e coisas do tipo, então a Emdagro vem para respaldar isso como instituição do governo do Estado”, observou ao destacar que Sergipe garantiu uma grande conquista na área. “A partir de primeiro de maio Sergipe se consolida com o status de estado livre de febre aftosa, sem vacinação. Isso é de uma responsabilidade muito grande e a Emdagro tem um trabalho participativo muito ativo dentro desse processo”, afirmou o técnico.

Para o criador José Teles de Andrade Sobrinho, mas conhecido na região como Zé do Poço, é gratificante participar de eventos como esse, onde há uma grande troca de conhecimentos. “É uma oportunidade de demonstrarmos nosso produto e adquirirmos novos conhecimentos no setor. Quando começamos, há 30 anos atrás, não tinha tecnologia nenhuma, nem inseminação, não usava boi registrado, hoje utilizamos mais a inseminação, o embrião, que tem uma genética diferente e podemos mostrar que estamos no caminho certo”, disse o produtor que tem um plantel com mais de mil cabeças de gado, sendo 500 a 600 vacas leiteiras.

Santa Rosa do Ermírio

Com uma população aproximada de 12 mil habitantes, Santa Rosa do Ermírio, distante 180 km da capital sergipana, se destaca na produção de leite em Sergipe, em razão dos bons solos, que favorecem as grandes e pequenas fazendas da região, além dos rebanhos bovinos selecionados, que garantem a alta produtividade. O povoado tem o leite como principal produto, representando a fonte de renda para 90% das famílias locais, que com sua produção abastecem grandes laticínios de Sergipe.

Governo

Última atualização: 9 de abril de 2024 08:49.

Pular para o conteúdo