Governo de Sergipe e Prefeitura de Carira assinam termo de adesão ao programa Garantia Safra

Neste ano de 2024, foram pagos R$ 184.800 divididos entre os 154 agricultores cadastrados na safra 2022/2023, que tiveram a perda de safra reconhecida

Durante a realização de mais uma edição do ‘Sergipe é aqui’, nesta sexta-feira, 19, em Carira, o governador Fábio Mitidieri e o prefeito Diogo Menezes assinaram termo de adesão ao programa Garantia Safra, reafirmando a parceria entre Estado e município para a continuidade do benefício no ano agrícola 2023/2024. 

O Garantia Safra é uma ação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), coordenado em Sergipe pela Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri), que funciona como um seguro, destinado às famílias de agricultores de baixa renda que vivem em municípios do semiárido. O programa tem como objetivo garantir uma renda mínima aos agricultores que venham a perder pelo menos 50% das lavouras de mandioca, milho, feijão, arroz ou algodão.

De acordo com a Seagri, somente no município de Carira, neste ano de 2024, foram pagos R$ 184.800,00, divididos entre os 154 agricultores cadastrados na safra 2022/2023, que tiveram a perda de safra reconhecida. Para cada um, coube o valor de R$ 1.200,00, a fim de ajudar nas despesas com a compra de sementes e insumos para a próxima safra. 

Podem participar do programa os agricultores familiares cuja renda bruta mensal seja de até 1,5 salário mínimo, excluindo a aposentadoria rural, que atenda ao requisito de cultivar lavouras não irrigadas e tenha área plantada de 0,6 a 5 hectares. Na composição do fundo nacional criado para pagamento das perdas, cada ente entra com um aporte: os agricultores contribuem com 2%, o Município com 6%, o Estado com 12% e a União com 80%, em relação ao valor pago a cada agricultor.

Para a próxima safra, que corresponde ao plantio do ano agrícola 2023/2024, foram inscritos 274 agricultores em Carira. Muitos aproveitaram a presença da equipe da Secretaria de Agricultura durante o ‘Sergipe é aqui’ para buscar seus boletos pessoalmente. “A adesão do agricultor é efetivada com o pagamento simbólico de uma taxa única de R$ 24, com vencimento no próximo dia 30 de abril, e que deve ser pago na Caixa Econômica ou em casas lotéricas”, explica a coordenadora do Garantia-Safra, Bárbara Dantas.

A agricultora Lucielma de Souza fez questão de ir até o estande da Agricultura para buscar seu boleto e honrar com seu compromisso. Ela, que planta milho no povoado Aparecida, juntamente com sua mãe, disse que o benefício é uma grande ajuda para a família. “Com esse dinheiro, a gente pode comprar mais sementes para investir na plantação e, assim, tirar o prejuízo com a perda que tivemos na última safra”, disse, agradecendo a oportunidade que o programa proporciona aos pequenos agricultores.

A agricultora Josefa Eliene Alves dos Santos também ficou satisfeita com o benefício. “Esse benefício do Garantia Safra veio para nos ajudar muito. Com esse recurso, a gente pode preparar a terra, comprar sementes, um adubo para usar na plantação. É uma ajuda muito bem vinda”, afirmou a produtora rural, que planta milho e feijão junto com seu marido e filhos na colônia agrícola Roseli Nunes.

Agricultura

Governo

Última atualização: 22 de abril de 2024 10:18.

Pular para o conteúdo