Governo de Sergipe oferece oficinas de capacitação a operadores e usuários do Programa Água Doce

Coderse disponibiliza pessoal e infraestrutura de poços, atuando em todas as etapas do programa coordenado pela Seagri no estado

A programação de oficinas de sustentabilidade ambiental com o objetivo de atender todos os usuários das unidades de produção de água dessalinizada do Programa Água Doce (PAD) foi concluída em Sergipe. Desde o início do ano, as atividades envolveram boas práticas na conservação da água dos sistemas de abastecimento, avaliação dos resultados do PAD e análise da água;  capacitação de operadores e manutenção geral, também com intervenções pontuais dos técnicos da Companhia de Desenvolvimento Regional de Sergipe (Coderse), para a recuperação dos equipamentos.

Conforme observou o coordenador estadual do PAD, Vandesson Carvalho, as oficinas foram feitas em todas as comunidades assistidas pelo programa. “Iniciamos com coleta e análise físico-química e bacteriológica da água, além do cadastramento das famílias, para sabermos os impactos ao longo dos anos e o levantamento socioambiental por comunidade, seguida das oficinas de sustentabilidade ambiental, a fim de definir o uso correto da água dessalinizada, da coleta até o armazenamento”, informou.

Vandesson Carvalho acrescenta que o Governo do Estado se difere na forma de executar o Água Doce. “Sabemos que o PAD existe em 10 estados, e Sergipe tem um diferencial que é essa manutenção preventiva e corretiva, por meio da Coderse, além da empresa atuar com a sustentabilidade ambiental”, ressaltou o coordenador do programa.

O Água Doce é um programa federal com 29 unidades em comunidades rurais dos municípios de Carira, Canindé de São Francisco, Monte Alegre de Sergipe, Nossa Senhora da Glória, Poço Verde, Poço Redondo, Porto da Folha, Simão Dias e Tobias Barreto. Em Sergipe, o PAD é coordenado pela Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri), com suas vinculadas, Coderse e Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), como executoras.

O diretor de Infraestrutura Hídrica e Mecanização Agrícola da Coderse, Ernan Sena, explicou que o acompanhamento da Coderse ao PAD é constante, disponibilizando pessoal, veículos, departamentos e máquinas da empresa para manter e ampliar a
atuação do programa no estado. “Foram realizadas as oficinas de sustentabilidade ambiental; a semana de capacitações, que já demos continuidade, realizando treinamentos para novas turmas individuais nos povoados; e a manutenção geral. Esse trabalho é contínuo, como o da equipe da Gerência de Perfuração, fazendo o bombeamento do poço da unidade do PAD no povoado Lagoa do Roçado, em Monte Alegre de Sergipe, em meados de agosto, a fim de melhorar vazão e qualidade da água”, apontou Ernan Sena.

Poço Verde

Gilvaneide de Souza, presidente da associação de moradores do Povoado Recanto, é usuária da água produzida na unidade do PAD no povoado Recanto, em Poço Verde, município onde ocorreram as últimas oficinas de sustentabilidade ambiental. Para ela, a ação incentiva a utilização do sistema, com as famílias atentas em levarem vasilhames limpos para coletar a água dessalinizada.

Governo

Última atualização: 3 de outubro de 2023 10:32.

Pular para o conteúdo