Governo distribui 206 toneladas de sementes de milho para a safra 2024

Serão beneficiadas 20 mil e 600 famílias de agricultores familiares em 46 municípios sergipanos por meio do programa Sementes do Futuro

Os municípios sergipanos entraram em período de plantio do milho para a safra 2024. No último dia 19 de março, dia de São José, que tradicionalmente marca o início da safra, o governador Fábio Mitidieri lançou o programa Sementes do Futuro 2024, com a distribuição de 206 toneladas de sementes de milho para os agricultores familiares de 46 municípios sergipanos. O objetivo é ampliar o acesso às sementes para as famílias do campo que não têm condições de comprar as de milho e promover o desenvolvimento agrícola sustentável na região.

De acordo com o secretário de Estado da Agricultura, Zeca Ramos da Silva, o programa Sementes do Futuro, neste ano de 2024, representa um compromisso do Governo de Sergipe em fortalecer a agricultura familiar, promovendo o acesso a insumos de qualidade e contribuindo para o desenvolvimento sustentável das regiões. “O governador dobrou os investimentos em sementes de milho em relação ao ano passado. No ano anterior, 2023, foram distribuídas 115 toneladas, beneficiando 11.500 famílias. Este ano, estamos investindo R$ 3 milhões, portanto a aquisição aumentou para 206 toneladas, beneficiando 20.600 famílias”, detalhou Zeca da Silva.

Em Indiaroba, quando a distribuição foi iniciada, o secretário destacou que o sentimento foi de alegria neste início de safra, quando foi possível distribuir as sementes para quem mais precisa. “Hoje é um dia muito especial, muito feliz. Por determinação do nosso governador Fábio Mitidieri, desde o ano passado, fazemos as entregas de sementes de milho e, neste ano, pela primeira vez na história, trouxemos as sementes no tempo certo, próximo ao dia de São José. Começamos esta semana pelo município de Indiaroba, e estamos fazendo a logística de distribuição. Os escritórios da Emdagro já estão a postos para fazer essa distribuição”, revelou o secretário de Estado da Agricultura, Zeca Ramos da Silva.

Para a agricultora Josefa Augusta de Carvalho, as sementes representam uma economia. “Moro no Assentamento Cinco de Janeiro e sou agricultora. Foi muito bom receber essas sementes. Elas representam uma grande economia, pois gastaria com a semente de milho uns R$ 600, o adubo também é caro, aí uma coisa compensa a outra. Planto com meu marido e meu filho e é disso que a gente vive. Então a ajuda foi muito bem vinda”, exclamou Josefa.

Esteves Matos dos Santos, do Assentamento Bom Jesus, recebeu as sementes de milho das mãos do governador Fábio Mitidieri. O produtor ficou muito emocionado e agradecido pela ajuda vinda do Governo do Estado, segundo ele, na hora certa. “Primeiramente agradeço a Deus, ao nosso prefeito Adinaldo e ao governador, que entre todos que conheci, foi o primeiro que estendeu as mãos para ajudar a nós, pequenos agricultores e pais de família. Agora, com a semente em mãos, economizamos para comprar o adubo, e isso é uma grande ajuda para a gente”, destacou.

O presidente da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), Gilson dos Anjos, destacou sobre o tipo e a qualidade das sementes. “Estamos distribuindo 206 toneladas de sementes de milho das variedades Cruzeta e Potiguar, que se adaptam melhor às nossas condições climáticas e de solo. Cada agricultor recebe dez quilos. São sementes selecionadas e de alta qualidade, com ciclo curto de produção, e com bom rendimento, aprovada pelos produtores que plantaram no ano passado”, detalhou Gilson.

Ainda de acordo com o presidente da Emdagro, o governo garantiu a chegada das sementes antes do período de plantio, facilitando o planejamento do cultivo que se inicia em março. Dessa forma, o Estado atende a uma pauta antiga dos agricultores familiares. Ele destacou que as sementes estão sendo entregues no período certo de plantio, neste mês de março, garantindo assim uma maior eficácia na produção agrícola.

Produção de milho em Sergipe

Pelos dados da Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri), o plantio de milho é realizado em 70 dos 75 municípios sergipanos. A cultura está concentrada nos municípios do semiárido, e tem Simão Dias e Carira como os principais produtores. Oficialmente, a produção sergipana de milho em 2023 foi de 986.951 toneladas, colocando o estado como quarto em produção e o primeiro em rendimento médio do Nordeste brasileiro, com 5.483 quilos por hora.

Agricultura

Governo

Última atualização: 26 de março de 2024 12:12.

Pular para o conteúdo