Governo do Estado apoia realização da Expo Pesca & Aquicultura

Durante o evento, o público poderá conhecer as potencialidades que a região do Sealba possui, as perspectivas de crescimento, como elas estão em comparação com o restante do país

O Governo de Sergipe esteve representado na apresentação da segunda edição da Expo Pesca & Aquicultura, ocorrida nesta terça-feira, 5, na sede do grupo Gabriela Almeida, em Aracaju. O evento reunirá no estado, nos próximos dias 13 a 16, no Centro de Convenções, atores da cadeia produtiva do pescado de Sergipe, Alagoas e Bahia, região conhecida como Sealba. Durante o evento, o público poderá conhecer as potencialidades que a região possui, as perspectivas de crescimento, como elas estão em comparação com o restante do país, e o que é necessário fazer para que se alcancem índices ainda mais satisfatórios.

Participaram da apresentação, representando o secretário de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri), Zeca Ramos da Silva, a superintendente da Secretaria de Estado da Agricultura, Ana Patrícia Guimarães, e o chefe da Assessoria de Planejamento, Arlindo Nery. O evento é uma realização da Câmara Empresarial da Pesca e Aquicultura, Instituto Fecomércio e Grupo Êxito, e conta com o apoio do Governo de Sergipe. 

Neste ano, com um aporte financeiro 100% maior do que o que foi empregado na primeira edição, o Governo de Sergipe é um dos patrocinadores da Expo Pesca & Aquicultura, e estará presente para debater sobre o cenário da pesca e da aquicultura na Sealba.

Para Ana Patrícia Guimarães, esse é um evento muito importante para a cadeia produtiva do pescado, já consolidado no calendário de Sergipe. “O governador Fábio Mitidieri é um grande incentivador da pesca no estado. A bancada de deputados sergipanos destinou quase metade dos R$ 2 milhões que estão sendo investidos no Laboratório de Pesquisa e Inovação em Maricultura (Lapimar) da Embrapa, inclusive com emenda do governador Fábio Mitidieri, quando ainda estava na Câmara Federal. Aliado a isso, o governo destinou R$ 2,4 milhões em subsídio, estabelecendo cota anual de óleo diesel a ser distribuída com isenção do ICMS à frota pesqueira em operação no estado de Sergipe”, disse a superintendente.

Ela também destacou que o benefício serve de fomento para a pesca marítima, possibilita o aumento da competitividade com outros mercados nacionais e, consequentemente, o aumento da rentabilidade dos trabalhadores envolvidos na atividade pesqueira. “O benefício favorece os donos de barcos, reduzindo em aproximadamente 21% as despesas com óleo diesel. Além disso, o estado de Sergipe tem sido um importante interlocutor dos produtores, junto ao Governo Federal, por meio do Ministério da Pesca. E, neste momento, estamos em uma fase importante de captação de recursos em parceria com o Banco Mundial, para atender a algumas demandas dos aquicultores e pescadores artesanais”, observou Ana Patrícia, citando como exemplo de pleito já atendido a negociação com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), que resultou no investimento de R$ 5 milhões para aquisição de barcos e apetrechos para os pescadores.

Dados da pesca 

Sergipe apresenta grande potencial para a cadeia produtiva da pesca e aquicultura. Nesse sentido, são consideradas a significativa extensão da região costeira de 163 km, com cerca de 25,1% do território do estado, e as seis bacias hidrográficas (São Francisco, Japaratuba, Sergipe, Vaza-Barris, Piauí e Real).

No estado, a produção de tilápia vem em crescimento. Quanto à produção de camarão, o estado já é o quarto maior produtor nacional. São 4,5 milhões de quilogramas do crustáceo, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicados em setembro de 2022. O município de Nossa Senhora do Socorro assumiu o posto de maior produtor de camarão, com 1,6 milhão de quilogramas, seguido por Brejo Grande (928.800 quilogramas) e São Cristóvão (600 mil quilos).

Agricultura

Governo

Última atualização: 6 de setembro de 2023 10:15.

Pular para o conteúdo