Representantes da Unale consideram Sergipe exemplo no uso racional e inteligente da água

Deputados estiveram em Sergipe para conferir exemplos bem sucedidos em reservação de água, irrigação e aquicultura

Encerrou nesta sexta-feira, 1º,  a visita técnica de representantes da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale) que estão em Sergipe para conferir exemplos bem sucedidos em reservação de água, irrigação e aquicultura. Estão à frente da visita técnica os representantes da Unale, o deputado estadual do Rio Grande do Sul, Adolfo Brito, presidente da Comissão de Agricultura, e o deputado estadual de Sergipe, Marcelo Sobral, vice-presidente de Assuntos Sociais da Comissão de Agricultura da União dos Legisladores. Foram recepcionados pelo secretário de Estado da Agricultura, Zeca Ramos da Silva, e pelos presidentes das empresas vinculadas, Paulo Sobral, presidente da Coderse, e Gilson dos Anjos, presidente da  Emdagro, que colocaram seus técnicos à disposição para mostrar barragens, sistemas de irrigação e os cultivos irrigados.

O vice-presidente de Assuntos Sociais da Comissão de Agricultura, Marcelo Sobral, explicou que os temas agricultura irrigada e barragens com aproveitamento da água da chuva foram discutidos este ano na convenção da Unale. Ele identificou também que o sul do Brasil passou por fortes estiagens e não tiveram a expertise de armazenar a água como é feita aqui. “ A proposta de trazê-los para cá é justamente essa, mostrar o que a gente mais sabe fazer, que a gente com pouca água consegue fazer muito e produzir muito. Só aqui em Jacarecica são 124 famílias que vivem tendo seu sustento daqui e produzem mais”, detalhou o deputado.

As regiões agreste e alto sertão sergipano foram as primeiras visitadas na quinta-feira. Pela manhã, os deputados conheceram a experiência do perímetro público Jacarecica I, administrado pelo Estado no município de Itabaiana, que fornece água de irrigação e assistência técnica agrícola. No período da tarde estiveram na barragem de Xingó em Canindé do São Francisco.

O presidente da Comissão de Agricultura da Unale, deputado Adolfo Brito, destaca Sergipe como um importante exemplo para o Brasil nos temas vinculados ao uso racional e inteligente da água. “A gente tá no intercâmbio, a nossa região precisa, tem um potencial muito grande, mas precisa inserir mudanças na legislação e também a própria população precisa saber o que ocorre em estados como é o de vocês que estão dando tanta importância e que a gente está vendo pessoalmente o potencial daqui”, pontuou Adolfo Brito.

Em Canindé de São Francisco, o grupo de deputados estaduais visitou o escritório do Perímetro Irrigado Califórnia, da Companhia de Desenvolvimento Regional de Sergipe (Coderse). Em seguida, houve a visita ao lago de Xingó. O presidente da Coderse, Paulo Sobral, reforça a importância dessa aproximação entre o legislativo estadual e a companhia. “Acho que essa integração com deputados de outros estados, da Comissão de Agricultura da Unale, e com a nossa Assembleia Legislativa é uma experiência muito importante. Até porque, para conhecer, entender a importância que os perímetros irrigados tem para o estado de Sergipe.  E também, com certeza isso vai acontecer, mudar a perspectiva que outros deputados têm. Até para estruturar mais nossos perímetros. Perímetros esses que têm em torno de 35 anos de existência e precisam, de fato, de recuperações, que vêm sendo feito. Que as assembleias e deputados entendam dessa forma e também contribuam, participem. Até porque, esses perímetros fazem  diferença significativa para economia do estado de Sergipe”.

Na sexta-feira, foi a vez do Distrito de Irrigação do Platô de Neópolis receber a missão da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale). Impressionou a comitiva gaúcha, o aproveitamento sustentável e de alta produtividade da água do Rio São Francisco. Feito pelos empresários concessionários da estrutura do Governo de Sergipe que compõem o platô. São mais de 7 mil hectares irrigáveis, divididos em 41 lotes, que produzem anualmente cerca de 370 mil toneladas e geram mais de 3.500 empregos diretos.

Os deputados estiveram na sede da Associação dos Concessionários do Platô de Neópolis (Ascondir). Visitaram a experiência do grupo empresarial GPE Fruticultura, com plantios de manga, banana, tangerina e laranja; e a Fruitfat, especializada na produção dos cocos verde e seco. O grupo encerrou a visita conhecendo a produção de  camarão em viveiros escavados e a planta industrial da Cooperativa Agropecuária de Ilha das Flores que faz o beneficiamento e venda do arroz produzido em Sergipe.

O secretário  de Estado da Agricultura, Zeca da Silva, avaliou como muito boa essa iniciativa da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais de conhecer de perto o trabalho que é feito em Sergipe com o aproveitamento das águas superficiais para produção de alimentos com é o caso da grandiosidade dos perímetros administrados pelo Governo de Sergipe, a experiência empresarial do Platô de Neópolis e do arroz e camarão no baixo São Francisco. É a expertise de campo sergipana sendo mostrada para o Brasil para ser espelhada em outros estados.

O deputado estadual Adolfo Brito (RS), finalizou explicando que o  Rio Grande do Sul carece de projetos como o Platô de Neópolis. “Estamos vendo hoje aqui é fazendo essas visitas cultura por cultura, sabendo o que que acontece, como acontece é como aproveitar melhor os recursos naturais. E é claro, todos lutam para que, ao fim de cada safra, possam ter o seu lucro. A gente vê aqui, que organizadamente mais de 7 mil hectares de terra estão sendo utilizados da melhor maneira possível. Eu acho que o Estado de Sergipe está de parabéns. Nós temos uma agricultura bem adiantada, mas nesse aspecto do aproveitamento de água, nós ainda temos muitas dificuldades, que a gente hoje está vendo aqui e buscando soluções. É porque, onde está indo bem, a gente procura copiar”.

Governo

Última atualização: 4 de dezembro de 2023 09:10.

Pular para o conteúdo