Seagri e Emdagro alinham políticas públicas para o campo

Encontro aproxima gestores e equipe técnica para detalhar as dificuldades e dar ritmo dinâmico às ações

As ações governamentais de acesso à terra, fortalecimento da agropecuária, pesquisa, incentivos às agroindústrias e toda infraestrutura necessária para a assistência técnica e extensão rural foram temas do encontro que o secretário de Estado da Agricultura, do Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri), Zeca Ramos da Silva, teve na segunda-feira, 13, com os diretores e chefes dos 36 escritórios regionais e locais da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro). O objetivo foi alinhar as ações da Seagri e da Emdagro com as prioridades em termos de políticas públicas de Governo de Sergipe para o campo, nos próximos anos.

O secretário da Agricultura destacou a importância do encontro como uma forma de aproximação entre gestores e equipe técnica para conhecer as dificuldades e dar um ritmo dinâmico às ações. “É importante conhecermos mais a empresa, criar as condições de trabalho para também sermos mais rápidos na resolução dos problemas, dar a agilidade que o governador Fábio Mitidieri pede. Com esse diálogo, estamos preparando a Seagri e a Emdagro para dar celeridade às ações que levam desenvolvimento para os municípios, para as cadeias produtivas do campo e, em especial, para o fortalecimento da agricultura familiar, que é responsável por 80% do alimento que chega às nossas mesas”, disse Zeca da Silva.

O presidente da Emdagro ressaltou a expectativa do trabalho que pode ser executado. “Temos condições de fazer um excelente trabalho porque temos a melhor e mais experiente equipe de assistência técnica e extensão rural”, afirmou o presidente Gilson dos Anjos. Ele falou da afinidade que a equipe tem, da forma calorosa como foi recebido e pontuou investimentos que o secretário da Agricultura tem buscado para as ações prioritárias. “Os R$ 6 milhões que a Seagri vai destinar para regularização fundiária, as emendas parlamentares de Fábio Mitidieri quando ainda era deputado, a possibilidade de contratarmos técnicos excedentes, além dos 55 já previstos no concurso da Emdagro, são exemplos importantes do empenho e compromisso do governador Fábio Mitidieri e do secretário Zeca. Com a união de toda equipe mostraremos os melhores resultados”, pontuou Gilson.

Fortalecimento

Entre as ações prioritárias da Emdagro estão o trabalho da Diretoria de Assistência Técnica e Extensão Rural com quatro regionais e 36 escritórios que dão apoio técnico local ao agricultor familiar; ações de fortalecimento das principais cadeias produtivas como bovinocultura de leite – principalmente no alto sertão sergipano, apoio à rizicultura no Baixo São Francisco, à fruticultura, em especial a citricultura na região sul.

Outra ação prioritária para os próximos anos é a regularização fundiária e a Emdagro tem uma diretoria específica focada nesse objetivo. Destacou ainda as ações de pesquisa e de defesa sanitária animal e vegetal que perpassam por várias ações da empresa e garantem a segurança alimentar da população e até validam a qualidade dos produtos exportados para outros estados e países.

Agroindústrias

Outro destaque do encontro com a equipe técnica foi a chegada de agroindústrias para Sergipe, como o laticínio Damare e a empresa Coringa. “São exemplos de empresas que estão chegando agora para nosso estado graças à qualidade e produtividade. O laticínio Damare está começando a comprar o leite dos produtores sergipanos, vai começar com 50 mil litros até chegar a 500 mil litros. Já o grupo Coringa está investindo cerca de R$ 13 milhões na área da rizicultura, e vai montar uma beneficiadora de arroz no Baixo São Francisco. Tudo isso agrega valor e fortalece nosso setor agrícola”, acrescentou o secretário Zeca da Silva.

Governo

Última atualização: 14 de fevereiro de 2023 09:45.

Pular para o conteúdo