Seagri e vinculadas levam novas ações e serviços a Campo do Brito

Durante a 14ª edição do ‘Sergipe é aqui’, a Seagri entregou 28 títulos de terra para agricultores

Durante a realização da 14ª edição do ‘Sergipe é aqui’, nesta sexta-feira, 27, no município de Campo do Brito, dois destaques se diferenciaram em relação às últimas edições do governo Itinerante: a entrega do projeto para construção de uma casa de beneficiamento de mel, que vai atender a comunidade do povoado Garangau, por meio da Associação Britense de Apicultores; e a entrega de 28 títulos de terra para agricultores familiares. Além disso,  a Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri) e suas empresas vinculadas, Emdagro e Coderse, ofereceram outros serviços prestados.

Para o diretor-presidente da Emdagro, Gilson dos Anjos, é muito gratificante poder ir até Campo do Brito e levar benefícios para os agricultores familiares da região. “São 28 pequenos produtores que passarão, a partir de agora, a ter segurança jurídica e a valorização de sua terra, a ter mais dignidade. Além disso, fizemos a entrega de CAFS (Cadastro Nacional da Agricultura Familiar), do certificado de vacinação contra a brucelose e entregamos hoje também o projeto de uma casa para beneficiamento de mel, com todas as informações técnicas, atendendo a um pedido de produtores da região”, destacou.

Delso dos Orgânicos, como é mais conhecido o presidente da Associação de Apicultores de Campo do Brito, ficou muito agradecido ao receber a planta da Casa de Mel, que será erguida no povoado Garangau, para o beneficiamento do produto. “Sou produtor orgânico há muito tempo e nos últimos quatro anos também passei a produzir mel, de forma artesanal. Hoje represento a associação de apicultores, com 16 famílias cadastradas e comemoramos esse pontapé inicial, para que tenhamos um produto certificado e em condições adequadas para ser comercializado”, comemorou. O projeto da Casa de Mel foi elaborado pela Emdagro, seguindo os padrões exigidos pelo Ministério da Agricultura. 

Mudas frutíferas e certificados de vacinação

Como em todos os municípios onde já foi realizado o programa ‘Sergipe é aqui’, a Emdagro distribuiu também em Campo do Brito algumas mudas de árvores frutíferas. Para esta edição, o órgão distribuiu 54 unidades a agricultores e comunidade local. A agricultora Cristina Santos Almeida foi uma delas e não escondeu sua satisfação em ter recebido uma muda de jaca. “É muito gratificante poder plantar, ver crescer e colher, então passei aqui no estande da Agricultura e peguei uma mudinha de fruta, que vou plantar na minha propriedade. Já soube que a muda é de qualidade”, destacou a agricultora.

Já o criador Leôncio Araújo Santana, da comunidade Tapera da Serra, em Campo do Brito, se dirigiu ao estande para receber o atestado de vacinação dos seus animais, contra a brucelose. “Esta semana a equipe da Emdagro esteve em minha propriedade para vacinar quatro novilhas minhas e hoje vim buscar o atestado de vacinação. Estou muito feliz e mais despreocupado, porque agora sei que os animais estão protegidos contra essa doença que mata”, falou.

Ações da Coderse

A  Companhia de Desenvolvimento Regional de Sergipe (Coderse) também ofereceu seus serviços à população de Campo do Brito, onde tem uma gama de serviços prestados em perfuração, instalação e recuperação de poços. Já o abastecimento humano da área urbana depende da barragem da Ribeira, que também é ponto turístico do município.

Administrado pela companhia estadual, o reservatório recebeu obras de limpeza e desassoreamento para ampliar sua capacidade de armazenamento de água. A barragem foi construída para atender o Perímetro Irrigado Poção da Ribeira, em Itabaiana, e desde 1987 a Coderse atende 466 lotes agrícolas, com água de irrigação e assistência técnica para a produção de hortaliças, beneficiando diretamente mais de 4.660 pessoas.

Governo

Última atualização: 30 de outubro de 2023 10:58.

Pular para o conteúdo