Seagri, Emdagro e ITPS se unem para levar serviço de análise de solo ao ‘Sergipe é aqui’ em Dores

As amostras seguem para o ITPS analisar em seus laboratórios e definir as recomendações técnicas que devem ser adotadas pelos agricultores

Para os agricultores e produtores rurais, a novidade da 6ª edição do ‘Sergipe é aqui’ realizada nesta sexta, 16, em Nossa Senhora das Dores, foi o serviço de análise de solo viabilizado pela parceria entre Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) e Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS). O objetivo foi coletar amostras para análise e, com o resultado, recomendações serão feitas para os agricultores melhorarem suas plantações. Além desta novidade, a Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri) se fez presente juntamente com suas vinculadas, para levar outras ações e serviços.

Durante toda a semana, uma equipe técnica da Emdagro visitou 30 propriedades de pequenos agricultores familiares no município, coletando amostras de solo, a fim de encaminhar para análise no ITPS, órgão delegado do Inmetro em Sergipe. “Essas amostras agora seguem para o ITPS analisar em seus laboratórios e definir as recomendações técnicas que devem ser adotadas pelos agricultores, a fim de melhorar o solo e, consequentemente, o plantio em suas lavouras”, explicou o diretor-presidente da Emdagro, Gilson dos Anjos. “A partir dessa análise é possível definir o que falta de nutrientes no solo e qual tipo de adubo e calcário a terra está precisando”, reforçou. 

O agricultor Gildo Meneses, de 40 anos, ficou satisfeito em receber a equipe da Emdagro em seu sítio, no povoado Acensso, onde planta mandioca, milho e feijão. “Foi muito bom ter essa oportunidade, de analisar o solo de minha terra e saber como cuidar melhor dele”, disse. 

Para o agricultor Fábio Santana, que há dez anos planta milho e cria gado no povoado Itaperoá, foi importante participar desse projeto. “Com o resultado dessa análise saberemos usar melhor os recursos que temos para tratar da terra, usando o adubo correto e, assim, garantindo uma melhor colheita no final”, atestou. 

De acordo com o técnico agrícola da Emdagro, Gilberto Santana, a coleta de amostras de solo atende a uma série de critérios previamente estabelecidos. “A maioria dos agricultores visitados não vislumbra a importância dessa atividade, então fazemos também um trabalho educativo, demonstrando a importância de conhecer o solo onde plantam, para fazerem o uso correto de adubos e fertilizantes”, enfatizou. 

Entrega de certificados

Outro serviço oferecido pela Seagri, por meio da Emdagro, no ‘Sergipe é aqui’, foi a emissão e entrega do Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF). A agricultora Maria Aparecida dos Santos, do povoado Acensso, na zona rural de Dores, veio ao Colégio Estadual General Calazans para receber seu CAF. “É um documento que todos nós agricultores familiares precisamos ter e foi de grande importância para minha aposentadoria”, disse a produtora rural, que é viúva e tem três filhos. 

O casal Marleide Alves e José Renilson de Souza Dantas, que possui um sítio no povoado Mundo Novo, em Dores, também esteve no local para receber o documento da Emdagro. “Com o CAF em mãos, a gente consegue acesso a um empréstimo no banco para investir em nossa roça e colocar outros projetos pra frente”, disse o agricultor, que planta mandioca, feijão, entre outras culturas, e agora vai investir também na criação de gado de corte.

Agricultura

Governo

Última atualização: 19 de junho de 2023 11:19.

Pular para o conteúdo