Seagri participa da abertura oficial da Exporingo, em Lagarto

O Plano de Ação sergipano para uma agropecuária de baixo carbono foi apresentado durante o evento. Sergipe se destaca como o segundo Estado do Nordeste a lançar o Plano e oitavo no país

Uma das maiores feiras do agronegócio da região, a Exporingo 2023 foi aberta oficialmente nesta quinta-feira, 5, no Haras Fábio José, no município de Lagarto. O governo do Estado apoia a realização do evento, por meio do Banese e, na oportunidade lançou oficialmente o Plano de Ação do Estado de Sergipe, para Adaptação à Mudança do Clima e Baixa Emissão de Carbono na Agropecuária, com vistas ao desenvolvimento sustentável. Autoridades e políticos sergipanos estiveram presentes, como o governador Fábio Mitidieri, o secretário de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri), Zeca Ramos da Silva, diretores das empresas vinculadas: Emdagro e Coderse,  Gilson dos Anjos e Paulo Sobral, respectivamente..

O secretário da Agricultura, Zeca da Silva, destacou a importância da realização da Exporingo, já consolidada como uma das maiores feiras do agronegócio do Norte e Nordeste. “Aqui vemos reunidos  diversos estandes, com implementos, com equipamentos agrícolas, maquinários de alta tecnologia, de alta precisão, nesse parque de exposições belíssimo, com toda estrutura necessária e consolidando cada vez mais Sergipe no cenário do agro brasileiro. Além das instituições financeiras que interagem com os produtores, fortalecendo cada vez mais essa atividade que é tão importante para a economia sergipana”, observou. “Também foi importante apresentarmos o  Plano ABC, como uma política pública composta de um conjunto de ações que visam promover a ampliação da adoção de algumas tecnologias agropecuárias sustentáveis, com alto potencial de mitigação das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) e combate ao aquecimento global”, explicou Zeca.

Para o superintendente Federal da Agricultura em Sergipe, Jonielton Dantas, Sergipe se destaca como o segundo Estado do Nordeste a lançar o Plano de Ação e oitavo no país. “Vamos trabalhar para fazer com que as metas sejam cumpridas, alinhando-as com o que há de mais moderno na agricultura mundial, contando com o apoio dos produtores para fazer com que as políticas públicas aconteçam”, disse ao destacar o Plano ABC+ como uma iniciativa conjunta entre o Ministério da Agricultura, a Seagri e a Embrapa, entre outras entidades. “Este plano, coordenado pelo Ministério da Agricultura com a colaboração da Secretaria de Estado da Agricultura e outras instituições, visa a adaptação ao clima, a redução de emissões de carbono e a promoção da sustentabilidade”, reforçou.

O governador Fábio Mitidieri parabenizou o idealizador da Exporingo, Geraldo Magela,  ressaltando sua característica visionária e reconhecendo a sua importância fundamental para o agronegócio e a pecuária em Sergipe. “Esta feira é uma das maiores do estado, movimentando mais de 40 milhões de reais no ano anterior e com expectativas de crescimento para este ano. São mais de cem expositores presentes, tornando uma oportunidade valiosa para realizar negócios, promover a troca de experiências entre os produtores sergipanos e aqueles de outros estados que também participam. Isso tem um papel crucial no crescimento e fortalecimento do setor, além de gerar empregos, renda e estimular a economia, exibindo todo o vigor da pecuária e do agronegócio em nosso estado”, considerou.

Para o empresário e idealizador da Exporingo, Geraldo Magela, é com grande satisfação que está sendo realizada a terceira edição do evento. “Aqui temos expositores de vários estados do país. Nesse espaço valorizamos o agronegócio do pequeno, do médio e do grande produtor. Agradecemos o apoio do Governo de Sergipe”, disse ao destacar que a exposição acontece até o próximo domingo, dia 8.

Plano ABC+

O Plano de Ação Estadual é apresentado pela Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) como contribuição do estado de Sergipe ao compromisso institucional assumido pelo Brasil, na consolidação de uma agropecuária limpa, e é oferecido como instrumento incentivador de proposições e balizador de ideias e ações no âmbito da Agricultura de Baixo Carbono (ABC+), apresentando diretrizes mais pertinentes ao estado.

De acordo com a Seagri, um dos passos importantes para uma política estadual de baixo carbono foi a Instituição do Grupo Gestor Estadual (GGE Sergipe), por meio da Portaria Estadual Nº 23/2022, publicada em 11 de agosto de 2022, com a finalidade de deliberar, analisar, fomentar, articular e propor ações e medidas para garantir a implantação e efetivação do Plano. Conforme  a portaria, os órgãos e entidades que compõem o GGE Sergipe são a Seagri, SFA-SE, Embrapa Tabuleiros Costeiros, Emdagro, Sergipetec, IFS, Fapitec, Coderse, Senar, Adema, BNB, Banese, Semac e UFS.

O Plano ABC+ foi estruturado em quatro metas, propondo tecnologia com alto potencial de mitigação das emissões de GEE e combate ao aquecimento global: Recuperação de Pastagens Degradadas (PRPD) – 1.500 hectares; Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) – 1.000 hectares; Florestas Plantas – 1.000 hectares; Bioinsumos – 300 unidades produtivas.

Governo

Última atualização: 9 de outubro de 2023 11:04.

Pular para o conteúdo