Publicado: 28 de maio de 2018, 15:29

Secretaria de Estado da Agricultura contrata técnicos para Projeto Dom Távora


A Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (SEAGRI) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) abriram editais para contratações de quinze (15) técnicos em Agropecuária, cinco (05) técnicos nível superior em Contabilidade e um (01)consultor em Gerenciamento Financeiro.

Estão abertos os novos editais dos processos seletivos para contratações de técnicos que vão compor a equipe do Projeto Dom Távora. O prazo máximo para entrega dos currículos é até próxima quarta-feira, dia 30 de maio. Desta vez, a Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (SEAGRI) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) abriram editais para contratações de quinze (15) técnicos em Agropecuária, cinco (05) técnicos nível superior em Contabilidade e um (01)consultor em Gerenciamento Financeiro.

Os profissionais serão contratados para apoiar a implementação dos Planos de Negócios agrícolas e não agrícolas de agricultores familiares, assentados, quilombolas e outros (conforme Lei n.º 11.326 de 24 de Julho de 2006), e demais populações rurais que se enquadrem nos critérios de famílias pobres, nos municípios de atuação do Projeto Dom Távora.

Os interessados devem ler os editais constante no site do Pnud e enviar seus currículos até 01/06/2018, para os e-mails: projetodomtavora@hotmail.com e projetodomtavora@seagri.se.gov.br .

O Projeto Dom Távora

Projeto Dom Távora, cofinanciado pela FIDA, tem por objetivo promover o desenvolvimento de negócios agropecuários e não agropecuários, por meio de financiamento de planos de negócios para associações e cooperativas de agricultores familiares. Contratado em 2013, com investimento previsto de US$ 28 milhões, sendo contrapartida estadual de US$ 12,3 milhões, o Projeto Dom Távora está beneficiando 10 mil famílias de pequenos produtores rurais, o correspondente a 40 mil pessoas atendidas, através da implementação de 300 planos de negócios. O Projeto atua em 15 municípios dos territórios Agreste Central, Centro Sul, Baixo São Francisco e Médio Sertão Sergipano.

Entre os municípios beneficiados estão Nossa Senhora Aparecida, Carira e Pinhão (Agreste Central); Tobias Barreto, Poço Verde e Simão Dias (Centro Sul); Graccho Cardoso e Aquidabã (Médio Sertão); e Pacatuba, Brejo Grande, Ilha das Flores, Neópolis, Santana do São Francisco, Japoatã e Canhoba (Baixo São Francisco).


Atualizado: 28 de maio de 2018, 15:29
Skip to content