Emdagro e parceiros buscam soluções para combate à fusariose no cultivo de abacaxi

Doença é considerada devastadora para a cultura responsável pela perda de 80% da produção

A fusariose é uma doença devastadora que ameaça a produtividade e a qualidade do abacaxi, podendo causar perdas produtivas superiores a 80% em condições ambientais favoráveis, levando à morte das plantas e à podridão dos frutos. Diante das dificuldades enfrentadas por produtores rurais, a Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) buscou cooperação junto à Embrapa Mandioca e Fruticultura e à Superintendência do Ministério da Agricultura e Pecuária em Sergipe, visando obter variedades de abacaxi resistentes a essa praga e livres de espinhos.

Segundo a Emdagro, um dos principais problemas identificados é a utilização de material propagativo infectado, como mudas doentes que, por não serem identificadas em estágio inicial, acabam sendo plantadas e se tornam fontes de disseminação da doença e que, para combatê-la, é fundamental que os agricultores tenham acesso a mudas de qualidade, livres de doenças, para garantir o sucesso do cultivo.

Diante desse cenário, em reunião realizada entre a Emdagro, Embrapa Mandioca e SergipeTec, no início deste mês, ficou estabelecido que o SergipeTec também se integraria à parceria, com o objetivo de produzir mudas saudáveis e livres de patógenos em escala para os agricultores. Além da produção de mudas saudáveis, a Emdagro também atuará diretamente junto aos agricultores, oferecendo assistência técnica no manejo da cultura do abacaxi e implantará duas Unidades Demonstrativas no município de Riachão do Dantas, maior produtor de abacaxi do estado.

Para o diretor de Assistência Técnica e Extensão Rural da Emdagro, Jean Carlos Nascimento, a parceria com a Embrapa e o SergipeTec representa um passo importante na busca por soluções sustentáveis para os agricultores de abacaxi em Sergipe. “Essa iniciativa representa um importante avanço na busca por soluções sustentáveis e inovadoras para os desafios enfrentados pela agricultura sergipana, reafirmando o compromisso das instituições envolvidas com o desenvolvimento rural e a segurança alimentar da região”, destacou.

O Engenheiro Agrônomo da Emdagro Valbério Paolilo destacou a importância do trabalho conjunto: “Estamos unindo esforços para enfrentar esse desafio e oferecer soluções eficazes aos nossos agricultores. Com a cooperação entre instituições e a participação ativa dos produtores, estamos confiantes de que podemos superar a fusariose e garantir um futuro mais promissor para o cultivo de abacaxi em Sergipe”. Ainda de acordo com Valbério, assim que a unidade demonstrativa da Emdagro for implementada, em Riachão do Dantas, será feito dia de campo para transferência de tecnologia com mudas saudáveis.

Governo

Última atualização: 8 de abril de 2024 11:59.

Pular para o conteúdo