Publicado: 9 de junho de 2020, 15:34

Estadão destaca Projeto Dom Távora em caderno internacional


Além de Sergipe, a reportagem traz experiências do Piauí e Paraíba, entre os 11 estados brasileiros apoiados pela organização internacional ONU/FIDA.

O Projeto Dom Távora, executado pelo governo de Sergipe, foi citado em reportagem publicada nesta terça-feira, 09, pelo Jornal o Estado de São Paulo, com o título “Durante a pandemia, ONU investe R$ 217 milhões no semiárido brasileiro”. A matéria, de autoria do jornalista Paulo Beraldo, cita a experiência sergipana entre os projetos apoiados pelo Fundo Internacional para o Desenvolvimento Rural (FIDA/ONU), que têm como foco aumentar o desenvolvimento e a renda nas regiões mais pobres do país.

“No Sergipe, o Projeto Dom Távora atua em 15 cidades – 20% do total. Lá, um terço dos participantes precisa ser de jovens e mulheres para participar das ações de capacitação a pequenos produtores – são cerca de 40 mil pessoas atendidas”, relata a reportagem do Estadão, que traz, ainda, a fala do secretário de Estado da Agricultura, André Luiz Bomfim, citando o exemplo de assentamentos, nos quais o rebanho de ovinos aumentou cinco vezesem dois anos. “A criação de ovinos é uma importante fonte de renda, com sua alta adaptabilidade ao semiárido e baixa exigência de grandes áreas para exploração. E há um mercado consumidor crescente’, diz. Cerca de 40% das comunidades atendidas produzem ovinos no Dom Távora. Outro exemplo é a organização da venda de produtos dos avicultores, já que agora, em rede e de maneira articulada, e possível obter preços melhores e chegar a mais localidades”, destaca a reportagem.

A comunicação e organização entre os produtores e a assistência técnica têm sido facilitada pelo Whatsapp, já que a maioria das localidades tem acesso à internet. “O impacto é muito satisfatório e, de imediato, bastante perceptível na economia de base familiar e municipal”, diz Bomfim. “As vendas a partir de ligações telefônicas ou de mensagens pelas redes sociais se intensificaram. A orientação é que, mesmo usando as redes sociais, eles procurem priorizar a articulação coletiva”.

Além de Sergipe, a reportagem traz experiências do Piauí e Paraiba, entre os 11 estados brasileiros apoiados pela organização internacional ONU/FIDA. Confira a matéria do Estadão, na íntegra, no link: https://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,durante-a-pandemia-onu-investe-r-217-milhoes-no-semi-arido-brasileiro,70003328776


Atualizado: 9 de junho de 2020, 15:34
Skip to content