Produtores rurais de Capela aprovam ações da Agricultura durante 10ª edição do ‘Sergipe é aqui’

Foram realizados serviços de emissão de CAF, distribuição de mudas de plantes frutíferas e análises de solo

Ações ofertadas pela Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e Pesca (Seagri) e suas vinculadas – Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) e Companhia de Desenvolvimento Regional de Sergipe (Coderse) – estiveram entre os 150 serviços prestados durante a realização da 10ª edição do programa de Governo Itinerante ‘Sergipe é aqui’, nesta quinta-feira, 24, em Capela, no leste sergipano.

Um dos contemplados foi o agricultor familiar Edvaldo Pereira, que ficou satisfeito ao receber seu Cadastro da Agricultura Familiar (CAF). Ele saiu do povoado Campo Redondo, acompanhado da família, para aproveitar a oferta dos serviços no município. Segundo o agricultor, o CAF facilitará a obtenção de crédito e empréstimo no banco, de forma que ele poderá continuar investindo nas plantações de milho, mandioca e cana e na criação de galinhas e gado leiteiro.

Em Sergipe, o CAF é emitido por meio da Emdagro. O documento confere ao agricultor o acesso às principais políticas do governo, permitindo-lhe investir na sua produção com a obtenção de crédito junto às instituições financeiras. Também é por meio do CAF que o produtor rural pode solicitar a sua aposentadoria. De acordo com o secretário de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e Pesca, Zeca Ramos da Silva, Sergipe tem despontado entre os estados do Nordeste na quantidade de CAFs emitidos. “Somente este ano, até o momento, já foram emitidos 13.300 CAFs em todo o estado”, comemorou o gestor.

O secretário acrescentou que a participação da Seagri nas ações de Governo Itinerante possibilita a aproximação entre a pasta e seu público-alvo, os agricultores. “Principalmente os agricultores familiares, que são atendidos nos escritórios regionais da Emdagro, por meio dos nossos grupos de trabalho e dos nossos técnicos, que fazem esse contato mais direto, prestando assistência técnica a quem precisar. Voltamos a Capela, onde já fizemos uma grande distribuição de sementes de milho, e hoje estamos com outras secretarias e órgãos estaduais, mostrando seus produtos, prestando serviços. Esse contato direto é muito importante para tirar dúvidas e esclarecer sobre os programas realizados pelo governo”, destacou Zeca da Silva.

Assim como nas edições anteriores, em Capela também foram distribuídas mudas de árvores frutíferas aos agricultores que visitaram o estande da Seagri. Esse foi o caso da merendeira Adriana Andrade Silva, que esperou pacientemente para levar para casa uma muda de amora. “Agora volto pra casa satisfeita, pois recebi essa planta da fruta que gosto muito”, contou.

Também foram entregues 30 amostras de solo, coletadas na comunidade Pirangi na semana que antecedeu o evento, que serão enviadas para análise técnica nos laboratórios do Instituto Tecnológico e de Pesquisas de Sergipe (ITPS).

Ater Mulheres

O diretor-presidente da Emdagro, Gilson dos Anjos, chamou atenção para a implementação do programa ‘Ater Mulheres’, que vai beneficiar mais de 600 mulheres da comunidade quilombola Pirangi. “Depois de mais de 18 anos de uma luta nacional das mulheres brasileiras por uma Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) específica para elas, vai acontecer aqui em Capela, já a partir de setembro, o ‘Ater Mulheres’, inédito no Brasil, e Sergipe está na cabeceira”, celebrou o gestor.

O programa vai atender 630 mulheres, que serão capacitadas e qualificadas, além de poderem conhecer seus direitos enquanto cidadãs, contra qualquer tipo de violência. “Serão 19 meses de trabalho e, ao final do treinamento, elas receberão um fomento de R$ 4.700 para começar a produzir. Elas vão entender como funciona a economia doméstica, seja na agricultura, no artesanato, ou em qualquer outra atividade. Sergipe será o plano piloto para o Brasil”, acrescentou Gilson.

Água Doce

Quem esteve no ‘Sergipe é aqui’ de Capela com demandas por perfuração, instalação ou manutenção de poços comunitários também pôde contar com o atendimento da Coderse. A Companhia apresentou a maquete detalhada do ‘Água Doce’, programa por meio do qual a Seagri e suas vinculadas mantêm o funcionamento de 29 unidades de potabilização de água salina na região de seminário do estado.

Na mesma semana em que a Coderse apresentou o ‘Água Doce’ à população, na 10ª edição do ‘Sergipe é aqui’, foram realizadas dez oficinas de sustentabilidade ambiental em povoados dos municípios de Poço Verde e Tobias Barreto. As comunidades beneficiadas pelos sistema de abastecimento de água com dessalinizador passaram por levantamento socioambiental e receberam, durante as oficinas, instruções sobre como manusear a água coletada nos sistemas de dessalinização sem oferecer riscos à saúde de quem a consome.

Governo

Última atualização: 25 de agosto de 2023 10:41.

Pular para o conteúdo