Publicado: 12 de novembro de 2019, 14:43

Agricultura familiar terá espaço de comercialização na Exporingo 2020


Seagri comemora abertura de canal para escoamento da produção familiar em evento de grande magnitude

A edição de 2020 da Exporingo – FJ Ringo Expo & Negócios abrirá espaço para comercialização de alimentos e animais de produção familiar. A proposta foi apresentada à Secretaria de Estado da Agricultura e Desenvolvimento Rural (SEAGRI) na última semana, pelos representantes da coordenação da Exposição, que é realizada anualmente no Parque das Palmeiras – localizado no Povoado Brejo, em Lagarto -, sendo considerada o maior evento do agronegócio sergipano e o segundo maior do Brasil, em espaço físico e variedade de atrações.

O secretário de Estado da Agricultura, André Bomfim, parabenizou a iniciativa da Exporingo de aproximar pequenos e grandes produtores, e destaca que será uma excelente oportunidade de potencializar as ações que o governo do Estado vem desenvolvendo junto ao agricultor familiar, a exemplo do Projeto Dom Távora. “Não tenho dúvidas de que a Exporingo será um canal de comercialização importante para nossos produtores familiares, em especial, para as cadeias produtivas da ovinocaprinocultura e do artesanato sergipano, que receberam apoio financeiro do Governo Estadual por meio do Projeto Dom Távora. Só na ovinocultura, foram adquiridos cerca de 20 mil animais que beneficiam mais de 4 mil famílias. A Exporingo surge como uma oportunidade de comercialização destes animais”, comenta André Bomfim.

O secretário destaca, ainda, que a comercialização dos produtos da agricultura familiar é um dos focos de ação da Seagri. “Estamos justamente buscando alternativas de comercialização do rebanho e escoamento dos produtos da agricultura familiar, a exemplo do projeto de construção de uma agroindústria de classificação de ovos. Lançamos o projeto no Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse do Governo Federal (Siconv), cujo propósito é absorver a produção familiar de 17 comunidades de Simão Dias, através do beneficiamento de cerca de 2.400 dúzias de ovos por semana, na agroindústria”, acrescentou o secretário. Para o próximo ano, a Seagri planeja um projeto de apoio às principais feiras, por considerá-las importantes espaços de negócio e movimentação da economia.

Outras novidades da Exporingo 2020

Segundo os coordenadores da Exporingo, Eduardo Costa e Rilley Guimarães, em 2019, o evento mobilizou R$ 20 milhões em negócios agropecuários – valor que planejam triplicar na próxima edição. Apresentando a planta arquitetônica com toda a área construída no Parque das Palmeiras para a realização da Exporingo 2020, a diretoria do evento detalhou a ampliação da área e do número de atrações.

“Na edição e 2019 tivemos 40 mil metros quadrados de área. Em 2020, o espaço será ampliado para 100 mil metros quadrados, onde receberemos cerca de 2400 animais para uma vasta programação com vaquejada, leilões, exposições, venda direta, palestras, feira gastronômica e festival de cultura. Queremos multiplicar os R$ 20 milhões de 2019 para R$ 60 milhões em negócios no ano de 2020”, detalhou Eduardo Costa, um dos diretores da Exporingo.

Outra mudança prevista para o próximo ano foi feita na data da Exporingo, que será realizada de 20 a 25 de outubro de 2020. “Nós mudamos do mês de março para outubro por sugestão dos produtores e das empresas de máquinas e suprimentos para a agropecuária. Isso porque o mês de outubro é o período de colheita, portanto, tempo de festejar a safra do ano e planejar futuros investimentos”, finalizou o diretor.


Atualizado: 12 de novembro de 2019, 14:43
Skip to content