Governo de Sergipe participa da primeira edição da Citros Show

Evento citrícola reúne produtores, empresários e pesquisadores de todo país para debater sobre histórico, produção e perspectivas para a área

A Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri) participa da primeira edição do Citros Show Nordeste, evento citrícola que reúne produtores, empresários e pesquisadores de todo o país para debater sobre histórico, produção e perspectivas para a área. O evento teve início na quarta-feira, 16,  e segue até a quinta, 17, na sede da Associação dos Engenheiros Agrônomos de Sergipe (Aease), no bairro Jardins, em Aracaju.

Durante a abertura do evento, o secretário de Estado da Agricultura, Zeca Ramos da Silva, abordou a importância da temática e reforçou o compromisso do Estado com os agricultores para a formulação de uma política de fortalecimento do setor citrícola. “É uma grande satisfação estar participando deste encontro com os maiores produtores de citros de Sergipe e do norte da Bahia, que por sinal também são sergipanos. Oportunidade em que podemos conhecer sobre as novidades, as novas tecnologias do setor citrícola e trocar experiências entre o setor público e o privado”, considerou o gestor.

“A secretaria da Agricultura e a Emdagro [Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe] estão de portas abertas para vocês, produtores, para dialogarmos, buscarmos experiência e enfrentarmos qualquer tipo de problema que venha a existir. Essa é uma determinação do governador Fábio Mitidieri, que é boquinhense e conhece a realidade da citricultura. A ideia é trabalharmos juntos, a assistência técnica do Estado e a iniciativa privada, para construir propostas que possam incrementar ainda mais o setor citrícola, tão importante para a economia, para a geração de emprego e para o desenvolvimento de Sergipe”, acrescentou Zeca da Silva.

O organizador do evento, o engenheiro agrônomo José Hugo Campos Lima, explica que a Citros Show tem como propósito o fortalecimento da citricultura por meio de novos conhecimentos e tecnologias de ponta. “Sergipe tem um potencial para a citricultura, com vantagens fitossanitárias e pluviométricas que favorecem o cultivo em toda a costa litorânea de Umbaúba a Propriá. Tanto que o estado é um polo migratório dos produtores paulistas, que procuram área aqui para implantação de pomares”, explicou.

Um dos palestrantes do evento foi o produtor de frutas Ulisses Brambini, do município de Teixeira de Freitas, na Bahia. Com 28 anos de experiência no ramo da fruticultura, ele dirige uma empresa do ramo, e apresentou a sua experiência comercial, estimulando os produtores à exportação. “Nossa produção é familiar, e já exportamos para boa parte dos países. Para o produtor que pretende exportar, é primordial que conheça e se adeque às normas de segurança alimentar de cada país. Veja que Sergipe reúne grandes vantagens, porque tem grande produção, boa qualidade nos pomares e também grandes empresas de beneficiamento do suco”, pontuou.

Outro expositor foi o produtor sergipano Gustavo Medina, que levou ao evento sua experiência com o negócio da família, reconhecida pelo volume e qualidade na produção de citros. Segundo ele, tudo começou com seu bisavô, que foi pioneiro no plantio de laranja na fazenda Garangau, em Boquim, no sul sergipano. “São muitos os desafios, a mão de obra é uma deles, porque muito do trabalho é manual e precisamos melhorar. Uma das coisas importantes aqui é conhecer as tecnologias que venham contribuir na superação dos desafios, conhecer um pouco do que os produtores paulistas estão fazendo”, detalhou.

Governo

Última atualização: 17 de agosto de 2023 13:27.

Pular para o conteúdo