Governo de Sergipe participa do lançamento do Plano Safra 23/24 do Governo Federal

O programa oferece linhas de crédito, incentivos e políticas agrícolas para os produtores rurais

Na sexta-feira, 7 de julho, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado Da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri), participou do lançamento do Plano Safra 23/24, do Governo Federal. O programa visa apoiar o setor agropecuário, oferecendo linhas de crédito, incentivos e políticas agrícolas para os produtores rurais, desde os agricultores familiares até os grandes produtores. 

O anúncio dos investimentos aconteceu na superintendência Estadual do Banco do Brasil, em Sergipe. Uma das novidades do novo plano é de que não haverá limite de crédito para os estados. O Banco do Brasil destinará 240 bilhões para financiamento da safra 2023/2024 para todo o Brasil. “A capacidade de captação dos recursos para Sergipe vai depender da quantidade de propostas de crédito apresentadas pelos produtores”, segundo a superintendente do Banco do Brasil, Aline Gomes.

O secretário da Agricultura de Sergipe, Zeca Ramos da Silva, que representou o governador Fábio Mitidieri no evento, colocou a Seagri à disposição dos produtores e parceiros e destacou a importância do investimento na agricultura familiar. “Pelo levantamento do Banco do Brasil, das 590 mil operações de crédito em todo o país realizadas na safra passada, 53% dos contratos foram com a agricultura familiar. Esse resultado é bastante significativo e reafirma o compromisso com os pequenos produtores que representam 70% do alimento que chega à mesa da população. É importante que esta prioridade seja intensificada”.

O produtor Sebastião Freire, que cultiva milho e trabalha com outras atividades agropecuárias na região agreste de Sergipe, fala da importância do crédito para o produtor. “Esse Plano Safra é uma coisa muito boa para o produtor porque dá garantia de recursos financeiros, com juros mais baixos que antes porque estava entre 17 a 18% e agora está entre 11 a 12%”.

 Outro produtor, Augusto Santos, que trabalha com cultivo de milho no município de Carira, fala da importância do crédito para manter a qualidade e quantidade da produção. “Sou cliente do Banco do Brasil há 10 anos trabalhando e produzindo milho e vejo nesse plano uma coisa boa para continuarmos produzindo muito e com mais qualidade para o consumo humano. Esse ano fiz minha primeira venda de milho para o mercado internacional e a exigência é bem maior, então precisamos de apoio para manter nesse rítimo”.

Durante o lançamento, a superintendente do Banco do Brasil explicou mais detalhes sobre os investimentos. “Este ano nós tivemos um incremento de 27% na liberação de recursos e não vai faltar recursos para Pronaf, custeio, investimento desde os produtores até os parceiros nos negócios agrícolas. Através do APP BB os produtores rurais podem apresentar sua necessidade de crédito de forma digital. Além disso, o BB conta com uma grande rede de agentes de crédito rural que estão aptos a receber as propostas dos produtores em vários municípios do estado de Sergipe”, pontuou Aline Gomes.

Governo

Última atualização: 13 de julho de 2023 08:52.

Pular para o conteúdo